top of page

Avião de R$352 milhões da Leila Pereira: Marketing ou Solução?


Júlia Peres







O Avião

No dia 4 de Agosto de 2023, a Sociedade Esportiva Palmeiras estreou o avião comprado por Leila Pereira, presidenta do clube, ao levar os jogadores e membros da delegação alviverde ao Rio de Janeiro para o confronto contra o Fluminense. O avião foi comprado no dia 27 de Junho de 2023 e será utilizado, principalmente, para as viagens da equipe palestrina, com a intenção de "mais conforto e agilidade” nas viagens, de acordo com a presidenta. O avião pertence à nova empresa de Leila, chamada Placar Linhas Aéreas, a qual é focada no ramo de aviação. O modelo do transporte é E190-E2 e tem capacidade para 98 pessoas (a capacidade inicial era de 114, porém, 16 assentos foram removidos para dar mais conforto à delegação). Apesar do Palmeiras ser a equipe que mais utilizará o transporte, Leila colocará à disposição para outros clubes usarem a aeronave.


Utilização do Avião

Quando o Verdão usar o avião, ele terá que pagar somente as taxas relativas ao voo e o combustível utilizado. Leila Pereira alega que, além do avião trazer conforto para os jogadores e comissão técnica, esse avião causará uma grande economia ao clube. Ano passado, o Palmeiras gastou quase R$10 milhões em fretamentos de voos. Estima-se que ao usar a aeronave comprada pela Leila, a equipe economizará entre 60%-70% de seus custos com fretamento de voos. A ideia da presidenta é que a preferência de uso sempre será do Palmeiras, porém, quando o time estiver jogando em São Paulo, o avião será alugado para outras equipes brasileiras, o que justificae as cores do avião serem branco e azul, e não ter nenhum símbolo alviverde.

Irritação da Torcida

A compra do avião, no entanto, não agradou muito a torcida do Palmeiras. Isso é porque a diretoria do Palmeiras vendeu peças importantes como Gustavo Scarpa e Danilo, e não trouxe reforços para repor esses jogadores. Leila Pereira, através de suas mídias sociais, enfatizou mais a compra do avião do que a busca por reforços que eram necessários ao clube. Durante esse período, houve muitos protestos onde a torcida do Palmeiras cantava:


"Qual a explicação? Saiu Danilo e chegou o avião"

"Olê-lê, olá-lá, o avião vem aí e o bicho vai pegar"

"Ô tia Leila, preste atenção, o avião não é contratação"

"Olha quem chegou, é o avião, volante do Porco"


Ademais, outro fator que enfureceu a torcida alviverde foi a fala de Leila Pereira, em entrevista à ESPN, onde ela disse "O Palmeiras não precisa de reforços, quer melhor reforço que esse avião maravilhoso que estou proporcionando ao Palmeiras?". Esse comentário deixou ainda mais claro que Leila não está preocupada em trazer jogadores e sim, preocupada em divulgar o avião que ela comprou.


Marketing ou Solução?

É difícil concluirmos se o ato da compra de Leila Pereira foi apenas para ajudar a equipe palestrina ou se houve interesse maior de divulgar sua empresa nova. É inegável que haverá uma economia para os cofres do Palmeiras. Porém, até que ponto o Palmeiras está se beneficiando com a divulgação da companhia de Leila Pereira sem a devida remuneração adequada para expor o produto (avião)? Será que a exposição de uma empresa nova, que não é patrocinadora do Palmeiras, não está evitando o ganho de muito dinheiro para os bolsos alviverde?


Comments


bottom of page